terça-feira, 24 de dezembro de 2013

Adeus 2013...

O segundo semestre desse ano não foi brincadeira para mim... Já mencionei aqui o quanto eu me senti cansada e consumida por minha rotina nada fácil...

Neste segundo semestre, Lucas iniciou as sessões semanais de terapia ocupacional e ainda por cima investigamos uma possibilidade (concreta) de cirurgia que foi realizada no início de novembro - apesar de simples, foi muito cansativo, intenso e doloroso - aliado àquela sensação de impotência que nos acomete nesses casos.

Para quem não sabe, Lucas foi submetido a duas cirurgias simultâneas - orquidopexia e postectomia - que são o reposicionamento dos testículos e a fimose. Sim, são cirurgias simples, mas nem por isso são fáceis... Acho até que a cirurgia em si, para a equipe médica, é bem tranquila, problema mesmo é o pós-cirúrgico, ainda mais se tratando de uma criança que é quase um bebê - não fala ainda; não sabe como expressar as emoções. Além disso, tivemos que viver uma passagem de sonda muito sofrida. Enfim, cada xixi era uma dor enorme durante os primeiros dias. Precisei ficar uma semana em casa como ele, não consegui deixá-lo longe dos meus cuidados. "Mêlouro" sofreu tadinho... O importante é que tudo passou e que meu pequeno está de pintinho novo e com os testículos no lugar de onde nunca deveriam ter saído!

Naqueles dias, Mateus ficou muito curioso, cuidadoso e compadecido da dor do irmão. Ficou também muito assustado com a visão da região operada - ficou horrível de inchado! Ah, e não me deixava lavar o pinto dele de jeito nenhum! Certo dia, conversando, ele me questionou "Mãe, porque você deixou fazerem isso no pintinho de Lulu?", ao que eu prontamente respondo, explicando os motivos do irmão ter vivido aquela agonia. E ele, finaliza: "Poxa, mamãe, mas o pintinho dele era tão bonitinho"... Ai, não sabia se ria ou se chorava... Agora, o pinto de Lucas, como eu já disse, está ótimo e Mateus está despreocupado!

Passada a cirurgia e levando em consideração tanto cansaço, já tínhamos programado uma visita à São Paulo para encontrar Dr. Zan, como temos feito anualmente e de lá partimos para uma aventura (maravilhosa) em Gramado para conhecer o Natal Luz. Foram seis dias de muita distração, diversão e muito trabalho com a criançada que adorou ver de perto toda aquela magia, aquelas luzes e tantas novidades. Foi muito bom e, apesar de toda a canseira, adorei aproveitar aqueles dias com meus amores. Além do mais, eu amei conhecer Gramado em 2005 (num outro contexto - lua de mel) e era louca para ver a decoração de Natal, as músicas, a comida... Amei! Vou escrever em posts específicos um pouco sobre a viagem e sobre a consulta com Zan que foi muito boa também.

Mas, 2013 está indo embora, hoje é véspera de Natal e, engraçado, estou com uma sensação diferente de todos os anos. Estou vivendo de uma maneira mais serena, sem correria de ceias, sem pensar em como será a noite, esperando todas as histórias que irei ouvir e contar mais tarde. Acho que isso é um sinal de que 2014 promete... E eu bem sei disso, porque muitos planos estão se desenhando e serão concretizados em breve, muitos projetos bacanas (que serão devidamente divulgados aqui) e uma sensação de que o ano que chega me fará, de verdade, soltar as amarras e me libertar de muitas pressões internas!

Desejo para todos um Natal repleto de amor, que o nascimento de Jesus nos inspire a valorizar  mais as nossas famílias, os nossos amigos, a nós mesmos e a exercitar o nosso amor-próprio, o amor ao próximo, a amizade, a caridade e a doação.

E que em 2014, a gente continue lutando por um mundo mais unido, mais igual, mais humano em que as diferenças sejam respeitadas e aceitas por todos nós. Feliz Natal e Feliz Ano Novo para você!!!




Um comentário:

  1. Que legal, os baianinhos vieram passear aqui no sul! Deveriam ter dado uma espichadinha e vindo aqui mais no sul brincar com a Lais, hehehe. Um ótimo 2014 pra tds vcs, tudo de melhor pra essa duplinha! Bjao!

    ResponderExcluir