terça-feira, 18 de junho de 2013

Para registrar...

Dia desses Mateus trouxe um livro da escola (toda semana eles escolhem uma história para levar para casa na sexta e devolvem na segunda) com o título “Advinha o quanto eu te amo” – logo no mesmo dia, à noite, sentamos os três, eu, Mateus e Lucas para conhecer a história.

Tão lindinha, era a história da “disputa” para definir quem amava mais, se o coelho filho ou o coelho pai. Os meninos ficaram bem atentos.

Depois que terminamos, Lucas se dispersou em busca de outros interesses e Mateus me questionou sobre o quanto eu o amava. E o diálogo foi assim:

- Mãe, você me ama?
- Te amo sim, filho, te amo demais.
- Eu te amo mais, mamãe.
- Humm, e eu te amo mais do que o infinito.
- O que é infinito, mãe?
(Ops! E agora?! Como eu explico isso? Bom, vamos lá!)
- Infinito é um número muito grande, maior do que as estrelas do céu, maior do que os grãos de areia da praia...
Silêncio por alguns segundos...
- E eu te amo muito mais do que você me ama, mamãe.

Ai, como é que fica depois disso? Fiquei toda boba...


Um comentário:

  1. Oi Vaneska!!
    Eu sou Patricia e gosto muito dos seus posts. Tb tenho um blog e estou fazendo um concurso cultural e todos as histórias das leitoras são postadas e ao final serão votadas. A vencedora ganha um tablet nexus 7! Vc está mais do que convidada. Espero vc lá!

    http://www.trocandofraldas.com.br/concurso-cultural-seu-cantinho-seu-post/

    bjus

    ResponderExcluir